sexta-feira, março 25, 2005

As Regras da Sensatez


Posted by Hello
Nunca voltes ao lugar
Onde já foste feliz
Por muito que o coração diga
Não faças o que ele diz

Nunca mais voltes à casa
Onde ardeste de paixão
Só encontrarás erva rasa
Por entre as lajes do chão

Nada do que por lá vires
Será como no passado
Não queiras reacender
Um lume já apagado

São as regras da sensatez
Vais sair a dizer que desta é de vez

Por grande a tentação
Que te crie a saudade
Não mates a recordação
Que lembra a felicidade

Nunca voltes ao lugar
Onde o arco-íris se pôs
Só encontrarás a cinza
Que dá na garganta nós

São as regras da sensatez
Vais sair a dizer que desta é de vez

Rui Veloso, Avenidas

3 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Gosto do Rui Veloso,desta canção e, ouvi-lo cantar isto num ambiente assim num daqueles bares da Foz...excelente!
Mas eu acho que se pode voltar aos sítios onde se foi feliz,acho que é bom,vivo em paz com o meu passado,mas sabe-me bem a canção,as suas escolhas são sempre...lindas.
Um beijo,de sábado.
girassol.

12:33 da manhã  
Blogger Rebuçado de Funcho said...

Depois de feitas as pazes com o passado, é sempre muito bom lá voltar. Ainda mais, aos sítios onde fomos felizes. :)
Gosto muito desta música e do Rui Veloso. Daí a escolha. :)
Beijinhos, girassol! Uma Páscoa muito feliz!

11:02 da manhã  
Blogger Yardbird said...

É. É sempre bom voltar aos lugares onde fomos felizes :-)
Beijinho meu

3:59 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

Number of online users in last 3 minutes


referer referrer referers referrers http_referer

Locations of visitors to this page